Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia de viver, mas não jogar golfe

por mascatinha, em 14.02.14

 

 

 

 

Hoje não foi dia de jogar, foi um dia como todos os outros de trabalhar e amar. Viver...

 

Hoje refletindo penso que ainda bem que estás aqui do meu lado. Sem ti, a vida teria menos cor! Amo-te!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sapato que 'respira' e é reutilizado

por mascatinha, em 27.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)


Duplo Apagão

por mascatinha, em 28.02.08

vela.jpg


No dia 29 de Fevereiro de 2008, das 19:55 às 20:00 horas, propõe-se apagar todas as luzes e se possível todos os aparelhos eléctricos, para o nosso planeta poder 'respirar'. Se a resposta for massiva, a poupança energética pode ser brutal. Só 5 minutos, para ver o que acontece. Sim, estaremos 5 minutos às escuras, podemos acender uma vela e simplesmente ficar a olhar para ela, estaremos a respirar nós e o planeta. Lembrem-se que a união faz a força e a Internet pode ter muito poder e podemos mesmo fazer algo em grande.

Este e-mail correu por milhares de caixas electrónicas e os bloguistas fazem eco deste acontecimento. Vamos dar 5 minutos ao Planeta Terra!!!

E eu, três anos depois, 70 artigos publicados e 204 comentários depois, encerro aqui este blog fechando mais um ciclo de vida. Os textos por aqui ficam, até o Sapo dar continuidade aos Blogs antigos.

Um adeus muito especial a todos os que me influenciaram a iniciá-lo, porque me tornei leitora atenta e diária do que iam escrevendo nos seus blogs:
Amaral, Inconfidentes, Zuco, Luar,...


Encontramo-nos por ai, quiça dando umas belas tacadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


De Marvão para o Vimeiro!

por mascatinha, em 13.02.08
marvaocris.jpg

Enquanto os golfistas abrantinos continuam a fazer kilómetros para terem acesso a um campo de Golfe...primeiro para Marvão , agora para Rio Maior ou para o Vimeiro (actual HOME CLUB).

Tomámos conhecimento, de acordo com fonte da Agêcia Lusa, do seguinte: "O golfe pode, a curto prazo, vir a tornar-se a grande atracção turística do Ribatejo, região que tem tido no turismo aventura, nos cavalos e na gastronomia os produtos que mais atraem turistas, essencialmente nacionais.

Carlos Abreu, presidente da Região de Turismo do Ribatejo (RTR), disse à Agência Lusa que a integração desta zona numa "mega-região com oferta muito mais diversificada" vai obrigar a que o Ribatejo surja como complemento a Lisboa e à Costa do Estoril.

"O distrito de Santarém pode ser o local privilegiado para a expansão do turismo em toda esta região, nomeadamente nos campos de golfe, de que o Estoril está já saturado e que aqui têm ainda terrenos a bom preço para se instalarem", disse.

Segundo Carlos Abreu, a curto prazo, toda esta região terá "mais de 20 campos de golfe a funcionar", sobretudo na área entre Azambuja e Rio Maior, agora libertada das condicionantes que estavam colocadas pela possibilidade do novo aeroporto de Lisboa ser construído na Ota.

Com o novo aeroporto a ser implantado nos concelhos de Benavente e Montijo, a região torna-se ainda mais apetecida para receber o turismo vocacionado para o golfe, que gosta de "fazer rotação por pelo menos três campos", disse.

Na área actualmente abrangida pela RTR existem quatro campos de golfe, três dos quais no concelho de Benavente e outro no de Rio Maior, estando mais previstos, afirmou."

Acreditam?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Palavras para quê?

por mascatinha, em 05.11.07
rita.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Se o homem fosse uma bola...

por mascatinha, em 23.10.07
GCA2.gif

Aos 20 anos seria uma bola de futebol... 22 mulheres a correr atrás dele.
Aos 30 anos seria uma bola de basket... 10 mulheres a correr atrás dele.
Aos 40 anos seria uma bola de golfe... uma mulher a correr atrás dele.
Aos 50 anos seria uma bola de ping pong... 2 mulheres a empurrá-lo, uma para a outra.
Aos 60 anos seria a bola preta de snooker... todas evitavam tocar nele antes de tratarem dos outros todos!

Moral da história: No 1 para 1 é que se encontra a perfeição...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Torneio no Vimeiro

por mascatinha, em 17.10.07

redtorneio.jpg


Os golfistas de Abrantes rumaram mais uma vez, num magnífico dia de Outono, até ao campo de Golfe do Vimeiro, onde contaram com a presença de outros colegas da modalidade e com os mais recentes entusiastas deste magnifico desporto.


Dois dos mais recentes praticantes têm descoberto aquilo que eu tive oportunidade de perceber à acerca de três anos atrás, um novo prazer na vida… E parece que obtiveram resultados excelentes. Sinal que têm experimentado, treinado e melhorado em cada novo dia de prática.


No golfe como na vida, lutamos para não cometer erros. Mas, estar vivo é cometer erros, pois os erros fazem parte de um processo natural, onde acumulamos experiências, recuperamos energia e seguimos em frente. Também intervém o factor sorte, más tacadas produzem excelentes resultados, boas, vão direito a obstáculos.


Por isso o pensamento positivo, terá que se tornar uma constante. E ao mudar a sua atitude perante a vida, o ser humano / golfista será capaz de redefinir as suas capacidades e desbloquear os extraordinários poderes do seu corpo e da sua mente.


O Golfe como todas as aprendizagens essenciais à vida (como andar e falar) não se aprende na escola, é pena!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Os dez mais bonitos...

por mascatinha, em 06.09.07
1_moinhospequenos.jpg
Segundo estatísticas e opiniões de diversos atletas e jogadores amadores (in http://www.golfe.tur.br/), Portugal conta três dos 10 mais bonitos campo do mundo: Golfe do Morgado, Santo Estevão Golfe, Penha Longa. Se não dissessem que era opinião de amadores brasileiros, desancaria sem piedade nestas opiniões.

Porque tirando a Penha Longa, os outros dois têm (ou tiveram - caso Marvão) concorrentes a suplantá-los. Mas enfim, valores mais altos se levantam e determinam classificações sem critérios definidos.

Faz-me lembrar a eleição das 7 maravilhas de Portugal, onde vimos que as eleitas foram aquelas que se situavam, onde a densidade populacional era maior.

Mas enfim, estes pensamentos não são nada construtivos, quero é voltar ao tempo em que dizia "Quando o taco acerta em cheio no equador da bola, ela singra o ar e descreve uma trajectória, que nos enche de alegria....Março de 2005 (1º post deste Blog), por enquanto vou tendo como hobbie, gozar a beleza do campo e olhar os moinhos na paisagem do Casal dos Calhandros... enquanto a mascatinha mais nova não conseguir bater na bola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tardou mas chegou a hora de os golfistas do Golfe Clube de Abrantes confraternizarem em mais esta iniciativa do Clube.

O campo de golfe de Marvão continua de portas fechada e estes vêm se obrigados a escolher outros lugares para a prática do seu desporto de eleição.

São convidados todos os sócios do GCA e outros jogadores que se queiram juntar a eles.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Golfe para todos II

por mascatinha, em 10.06.07
Costuma-se dizer, que quando o jogo não corre bem, que a culpa é dos tacos! E existe uma grande variedade de equipamentos e acessórios que as pessoas compram por preços absurdamente altos, na esperança de melhorar o seu jogo.

A percepção de custo ligada ao golfe, deve-se a vários factores e que o mais importante é o que está associado ao custo de construção e manutenção dos campos de golfe, que de uma forma ou de outra tem de ser absorvido por nós, golfistas, sob a forma de “green-fee” ou outros sistemas.

Mas neste momento, em que eventuais interessados se querem iniciar, é importante esclarecer que, desenvolver um bom “swing” vale a pena. Mas leva tempo e muita prática. E até que isso aconteça, é impossível que o jogador possa discernir entre um taco e outro.

Uma das coisas mais úteis é lembrar que ninguém é melhor do que o próprio, para descobrir o melhor equipamento para seu jogo.

Além disso, se você fosse muito amigo do Pedro Lamy, dificilmente lhe perguntaria que carro devia comprar. Mesmo que ele fosse profundo conhecedor de mecânica e da indústria automobilística em geral, a utilidade de seus conselhos jamais estaria vinculada ao seu sucesso como piloto de fórmula 1.

E no golfe é semelhante. Tiger Woods ou Phil Mickelson dificilmente aconselhariam a um principiante que jogassem com tacos iguais aos deles.

A grande maioria dos instrutores americanos, excepto quando recebem dinheiro para recomendar uma marca, aconselha que o principiante ou jogador de handicap mais alto utilize tacos usados ou tacos de boa qualidade e baixo preço.

Frequentemente as primeiras instruções são conduzidas com tacos emprestados pelo estabelecimento. O problema é reduzido quando os tacos são modernos e de boa qualidade. Ainda que o aluno observe o seu progresso não consegue avaliar o quanto realmente já aprendeu depois de algumas semanas, pois ainda erra muito.

Ao experimentar tacos novos, nove em cada dez casos, melhoram as suas tacadas, o efeito final é de desviar a atenção, enfatizar o equipamento e não o “swing”, o que pode influenciar a decisão de compra futura que, financeiramente, pode não ser a melhor para o jogador.

Uma boa notícia é que existem tacos de excelente qualidade pela metade e até 1/3 do preço dos modelos mais famosos. São os chamados clones que se adquirem pela net e vêem dos EUA ou de Espanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Antes

por mascatinha, em 29.03.07
antes.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Depois

por mascatinha, em 29.03.07
depois.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Marvão

por mascatinha, em 15.03.07
marvao10.jpg
A mascatinha do meio no âmbito de um intercâmbio escolar visitou Marvão. Uma terra que ela já conhece bem, mas que mais uma vez gostou de rever. Trouxe aos pais uma foto tirada à distância do magnífico campo de Marvão que vive ainda um período de agonia, de que se espera uma breve conclusão.

O ex-governador de Macau, Carlos Melancia, dono deste campo vê-se a braços com sérias dificuldades financeiras, agravadas pelo facto as vendas do aldeamento em construção acima dos terrenos do Ammaia Golfe ao grupo Fernando Barata, em vez de viabilizar as finanças do golfe, que receberia mais de três milhões de euros(fonte:portalegredigital), não terem resultado, pois Fernando Barata ainda só saldou metade da dívida. Aguarda-se qualquer solução que deve rimar com transacção/aquisição.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Golfe para todos

por mascatinha, em 09.03.07
ft_top_docente.jpg
Encontrei esta imagem no site da Direcção Regional de Educação de Lisboa, e acredito que diga respeito à prática do golfe no âmbito do Desporto Escolar que professores de Educação Física (e talvez outros) têm conseguido desenvolver apesar de todas as dificuldades, desmistificando que este é um desporto elitista. Parabéns a eles!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Abuso de Crianças

por mascatinha, em 15.02.07
Tenho por principio apenas falar de coisas positivas, é a minha maneira de educar para o optimismo. Mas não podemos enfiar a cabeça na areia, ignorando as coisas más. Por isso, vejam este anuncio português, premiado internacionalmente mas que não passou na nossa televisão do Instituto de Apoio à Criança

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bom Ano 2007

por mascatinha, em 02.01.07
aranha.jpg
Que neste novo ano, tenham muita saúde e felicidade, amem e construam apesar da adversidade, tal como este bichino o fez.

Este dia é o da Marta que completa mais um aniversário, entra nos entas, aos quais em breve também me juntarei.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bom Natal

por mascatinha, em 22.12.06
pai natal.jpg
Não sei se a inspiração voltou depois de ler o último post do Amaral...Não sei se é o espírito natalicio que me trouxe de novo a escrever estas linhas e a partilhar convosco aquilo que de bom tenho a mais neste Natal.

Que 2007, seja um bom ano para todos nós, que haja mais golfe para todos, que o nosso campo preferido conheça melhores dias, que a nossa relva privada continue a crescer, aumentando o número de metros quadrados -"A R. não tarda a andar e quererá percorrê-los".

Um Bom Natal para todos, que aqueles que amais não se esqueçam de vós... que 2007 seja um ano de muita paz interior, felicidade, saúde e sucesso.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Mascatinha do meio fez 11 anos!

por mascatinha, em 02.11.06
A familia está de parabéns, a bruxinha fez 11 anos, numa festa antecipada de Hallowen, a 28 de Outubro.

Adoro-te filhota!

Autoria e outros dados (tags, etc)


ai ai ai...

por mascatinha, em 02.10.06
De volta ao golfe, sem ter perdido grandemente o geito, mas o mesmo não se pode dizer dos blogs do sapo, mas que trapalhada ainda não percebi bem se não transferi sem quer este blog... ficamos à espera para ver!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Até qualquer dia

por mascatinha, em 17.05.06
Apesar do comentador regular ser o amigo Amaral, existem outros leitores assíduos, que por aqui vão passando, mas em vão.

A todos eles, eu quero pedir desculpa por este blog fazer mais parte do clube dos blogs mortos do que do clube dos blogs vivos. Existe vida para além do golfe e da net, e eu nesta fase, resta-me pouco tempo para aqui vir escrever, talvez na reentrada do ano lectivo tal aconteça.

A todos eu desejo um bom verão de 2006, e sobretudo que não façam tempestades num copo de água, pois tudo na vida são copos de água.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A razão da felicidade...

por mascatinha, em 28.04.06
jardim.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Felicidade

por mascatinha, em 12.04.06
OvoChocolateBebe.jpg
A todos os que por aqui passarem, eu desejo uma Páscoa feliz e sobretudo tanta felicidade como a que tenho podido experimentar.
Façam tudo para serem felizes, mesmo quando outros factores da nossa vida nos correm menos bem, porque a nós também tudo nos tem acontecido e apesar disso somos fortes, porque juntos enfrentamos a adversidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mulher

por mascatinha, em 08.03.06
Creio na mulher que ama,
Creio na vida que proclama.
Creio naquela que não corre
E na que socorre,
Quando um homem fraco,
Nos seus braços chora
E de amor implora
Que ela não se vá.

Que me perdoem as feias –
obrigado, mestre –
que se tornam feias,
por se acharem assim:
tão sem força e sem coragem,
amedrontadas e recalcadas;
mas que me perdoem,
sobretudo,
as belas fugazes,
as que se vêem divinas;
e, por seu efeito gabolam,
corrompem e se atolam.

Fora com a mulher submissa!
A mulher omissa,
Que apanha de vara,
Que apanha na cara;
E do alto de sua torre de autopiedade,
Suicida-se pouco a pouco.

Fora com o homem forte!
O homem que não chora
E nunca implora;
E do cume de seu pedestal,
Protegido por densa capa de impunidade,
Espalha a maldade,
Comete atrocidade.
Pobre diabo!

Mulher,
Que desça, vez por todas, sobre ti a consciência,
Quebra os grilhões da servidão
Para que deixes de ser um mero objeto de arte,
Escrava de teu próprio conformismo.
Luta com coragem!
Mas se te serve o conselho de um homem fraco,
Não te pareças com os homens fortes:
Sê feminina, sê menina, sê mulher!

Nelson Maia Schocair

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Rita nasceu...

por mascatinha, em 24.02.06
rita.jif
Foi às 4:58 da manhã, do dia 21 de Fevereiro depois de uma indução que começou pelas 10 e 30 minutos da manhã que a Rita nasceu.

Com 37 semanas, 2,860 Kg e 47 cm é bebé lindo de morrer…

O pai não assistiu porque o mandaram ir dormir e voltar de manhã, esteve comigo a equipa de enfermagem do serviço da Maternidade do Hospital de Abrantes, a quem agradeço todo o apoio dado. No antes e no depois foram fantásticos.

Em Abrantes nada como dantes…

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mozart e Bebés

por mascatinha, em 02.02.06
t051dh01.jpg
Comemorando-se os 250 anos do nascimento de Mozart, sendo este um dos meus compositores de música clássica preferido e estando eu à espera do nascimento de mais uma filha, vou escrever hoje sobre os efeitos benéficos da música clássica em bebés ainda no ventre materno.
O interesse pelo desenvolvimento cognitivo-musical tem crescido substancialmente nos últimos tempos. Descobertas recentes da neurociência, psicobiologia, psicologia do desenvolvimento, educação e psicologia da música vêm fomentando um interesse crescente acerca do desenvolvimento cognitivo-musical do ser humano.
Pesquisas sugerem que a música clássica pode estimular as ondas alfa do cérebro, provocando uma sensação de tranquilidade.
Os bebés ainda no ventre da mãe podem ouvir claramente a partir das 20 semanas de gravidez e tudo indica que eles se lembrarão da música tocada até que atinjam um ano de idade.
Num estudo feito com bebés prematuros revelou que eles foram acalmados por música: "Esses bebés estavam claramente aflitos e demonstravam-no no seu comportamento. As suas expressões faciais mostravam dor e havia um aumento dos batimentos cardíacos".
Os complexos ritmos e melodias de determinadas obras foram associados ao desenvolvimento da percepção espaço-tempo, estimulando as habilidades que os bebés necessitarão para desenvolver futuramente actividades de linguagem, matemática e ciências, por exemplo. O fenómeno foi baptizado nos Estados Unidos como “efeito Mozart”.
Assim, a música clássica pode ajudar as nossas crianças a pensar, raciocinar e a criar, por isso vicie-se em música clássica de preferência de Mozart, sobretudo se estiver grávida.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O Golfe ou eu?

por mascatinha, em 24.01.06
comportamento_01.jpgAs estatísticas não mostram a incidência de atritos provocados nos casais pela incompreensão em torno da paixão que desperta o golfe.

“Escolha, ou o golfe ou eu...?”, foras as últimas palavras de uma bonita directora de uma empresa, ao seu namorado. Ele, com os cabelos grisalhos ainda marcados pela pressão do boné de golfe que acabava de tirar ao chegar ao apartamento dela, respirou fundo. A mulher, acostumada aos flashes dos fotógrafos de importante revistas e a luz dos estúdios de televisão, esperou a resposta, confiante. Foi um silêncio longo, duro, tenso. Ele, bronzeado pelo sol de muitos campos de golfe do mundo, sentiu um aperto no peito e respondeu secamente: “É melhor acabarmos a conversa. Amanhã marquei um jogo muito cedo...”.

Esta história é absolutamente verídica. Podemos até jurar pela linha do nosso putt, pela direcção do nosso drive, que a crónica reflecte os factos com fidelidade. O golfista sente a separação. O seu handicap subiu quatro tacadas em quatro meses ao ruir o seu jogo curto, onde mais se sente a pressão psicológica. É apenas uma única história. Existem milhões de histórias do conflito de ciúmes e golfe.

O conflito provocado pelos ciúmes é muito antigo....William Shakespeare foi até o último rincão da alma humana quando escreveu Otelo. A insegurança, o egoísmo e a intolerância se antepondo a tudo. O conflito continua vivo na era tecnológica como quando Shakespeare pegou a pena de ganso para escrever a primeira linha do seu clássico.

Numa perspectiva preventiva deste estatuto de Viúva do Golfe, desejo que a Mascatinha mais nova, desde muito cedo goste de jogar golfe para que a nossa família tenha uma longa vida em harmonia, respeito e paz.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bom Ano 2006

por mascatinha, em 15.01.06
Primeiro que tudo…Bom Ano de 2006 a todos!
Parabéns ao Amaral pelo aniversário do seu blog.
Parabéns ao Zuco pelos seus 12 anos de namoro.
Parabéns a mim que festejei mais um aniversário.

Agradeço a todos os comentários feitos e atenção dedicada.
Nesta fase que agora sim é de stress, pouca vontade tenho,
De vir aqui escrever.
Fica a promessa de que,
Quando a Rita nascer, conhecê-la-ão!
Provavelmente antes que muitos da família.
Não é um adeus, mas um até breve…

Autoria e outros dados (tags, etc)

golfe.jpg
O Algarve foi eleito o melhor destino de golfe do mundo para 2006 pela Associação Internacional de Operadores de Circuitos de Golfe (IAGTO), deixando para trás destinos como a Califórnia, Dubai e Andaluzia, informou hoje fonte oficial.

Segundo um comunicado da Região de Turismo do Algarve (RTA), a distinção "Established Golf Destination of the Year 2006" foi divulgada na quinta-feira em Las Palmas, Espanha, durante a cerimónia "2006 IAGTO Award Gala Dinner".

Para atribuir o galardão, aquele organismo teve em conta critérios como a satisfação do cliente, qualidade dos campos e acomodação, conduta profissional dos fornecedores e apoio da indústria turística local.

Na sequência da distinção, a RTA anunciou que vai lançar uma campanha promocional multimédia nos principais mercados emissores estrangeiros, em canais televisivos (CNN e Eurosport), em sítios portugueses especializados no tema e na imprensa regional.

Os campos de golfe algarvios foram também distinguidos num "ranking" elaborado pela revista Golf Digest, que considerou que os campos "San Lorenzo" e "Vilamoura Old Course" estão entre os cem melhores do mundo, no 38º e 84º lugares, respectivamente.

O golfe é responsável pela entrada no Algarve de cerca de 300 mil pessoas, gerando receitas anuais estimadas em 350 milhões de euros e criando dez mil postos de trabalho, directos e indirectos.

A região possui 31 campos de golfe, o que corresponde a cerca de 50 por cento do total da oferta do país, detendo 0,5 por cento da quota de mercado mundial e cinco por cento do mercado europeu de golfe.

Segundo a RTA, o Algarve espera atingir até ao final de 2005 um milhão de voltas de golfe, estando neste momento com perto de 953 mil voltas acumuladas até Novembro e uma variação homóloga positiva próxima dos 9 por cento.

Caso estas previsões se verifiquem, será a primeira vez em que a região ultrapassará a barreira do milhão, após as 914 mil voltas registadas no ano passado.

Público, 12.12.2005

Ai, que saudades...do golfe e do mar do Algarve...porque sol vamos tendo todo o ano!

Autoria e outros dados (tags, etc)


3º Trimestre

por mascatinha, em 23.11.05
embarazada2.jpg
Em teoria, o trimestre - estado de graça terminou, entrei na fase stressante da gravidez, custa-me baixar, quando me dobro a Rita dá me logo um pontapé para me lembrar que ela ali está, que tenho que ter cuidado, doem-me as costas… razão porque no campo de golfe de Marvão provavelmente não me vão ver como na figura deste post!

A última vez foi à algumas semanas, a próxima será daqui a uns meses, vamos ver se não terei perdido completamente o jeito!...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Excesso de zelo materno

por mascatinha, em 04.11.05
baboon.jpg

"Há um babuíno bébe, no Jardim Zoológico de Devon, que tem estado a atrair muitas atenções. Trata-se de Reggie, um babuíno perfeitamente saudável, com três semanas de idade, pertencente a uma espécie nativa do noroeste do continente africano, sagrada para os antigos egípcios.
O que tem despertado a atenção de todos os visitantes é o facto de o bebé, que nasceu com uma cobertura normal de pêlo, estar agora careca, graças ao excesso de zelo materno. A mãe de Reggie lambeu-lhe literalmente todo o pêlo do cimo da cabeça.
Phil Knowling, porta-voz do Jardim Zoológico, afirma que “o pêlo voltará a crescer e o bebé ficará bem, embora seja neste momento a atracção principal entre os babuínos”.

A imagem do pequeno babuíno é de tal forma caricata que se pensa até em mudar o seu nome para Gollum, por se assemelhar à personagem do filme “Senhor dos Anéis”.
Fonte: BBC News"

Li esta noticia e achei que tinha tudo a ver com a super protecção que os pais humanos tentam fazer junto dos seus filhos e de como estes acabam por ficar muito mais desprotegidos face à sociedade, aliás quanto a este tema e da experiência que tenho com jovens, cada vez mais percebo que pais responsáveis geram filhos irresponsáveis e vice versa. Onde está o meio termo?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Lição de Vida

por mascatinha, em 20.10.05
"Um dia, durante uma conversa entre advogados, fizeram-me uma pergunta:
O que de mais importante você já fez na vida?
A resposta veio-me à cabeça na hora, mas não foi a que respondi pois as circunstâncias não eram apropriadas. No papel de advogado da indústria do espectáculo, sabia que os assistentes queriam escutar anedotas sobre o meu trabalho com as celebridades. Mas aqui vai a verdadeira, que surgiu das profundezas das minhas recordações:
O mais importante que já fiz na minha vida, ocorreu em 08 de Outubro de 1990. Comecei o dia jogando golfe com um ex-colega e amigo meu que há muito não via. Entre uma jogada e outra, conversávamos a respeito do que acontecia na vida de cada um. Ele me contava que sua esposa e ele acabavam de ter um bebé. Enquanto jogávamos chegou o pai do meu amigo que, consternado, lhe diz que seu bebé parou de respirar e que foi levado para o hospital com urgência. No mesmo instante, o meu amigo subiu no carro de seu pai e seguiu.
Por um momento fiquei onde estava, sem pensar nem mover-me, mas logo tratei de pensar no que deveria fazer: Seguir meu amigo ao hospital? A minha presença, disse a mim mesmo, não serviria de nada pois a criança certamente está sob cuidados de médicos, enfermeiras, e não havia que eu pudesse fazer para mudar a situação. Oferecer o meu apoio moral? Talvez, mas tanto ele quanto sua esposa vinham de famílias numerosas e sem dúvida estariam rodeados de amigos e familiares que lhes ofereceriam apoio e conforto necessários acontecesse o que acontecesse. A única coisa que eu faria indo até lá, era atrapalhar.
Decidi que mais tarde iria ver o meu amigo. Quando fui para o meu carro, percebi que o meu amigo havia deixado o seu carro, aberto com as chaves na ignição, estacionado junto as quadras de ténis. Decidi, então, fechar o carro e ir até o hospital entregar-lhe as chaves. Como imaginei, a sala de espera estava repleta de familiares que os consolavam. Entrei sem fazer ruído e fiquei junto a porta pensando o que deveria fazer. Não demorou muito e surgiu um médico que aproximou-se do casal e em voz baixa, comunica o falecimento do bebé.
Os instantes que ficaram abraçados a mim pareceu uma eternidade, choravam enquanto todos os demais ficaram ao redor daquele silêncio de dor. O médico perguntou-lhes se desejariam ficar alguns instantes com a criança. Os meus amigos ficaram de pé e caminharam resignadamente até a porta. Ao ver-me ali, aquela mãe abraçou-me e começou a chorar. Também meu amigo se refugiou em meus braços e me disse: Muito Obrigado por estares aqui!
Durante o resto da manhã fiquei sentado na sala de emergências do hospital, vendo o meu amigo e a sua esposa segurar nos braços o seu bebé, despedindo-se dele. Isso foi o mais importante que já fiz na minha vida.
Aquela experiência me deixou três lições:
Primeira: o mais importante que fiz na vida, ocorreu quando não havia absolutamente nada, nada que eu pudesse fazer. Nada daquilo que aprendi na universidade, nem nos anos em que exercia a minha profissão, nem todo o racional que utilizei para analisar a situação e decidir o que eu deveria fazer, me serviu naquelas circunstâncias: duas pessoas receberam uma desgraça e nada eu poderia fazer para remediar. A única coisa que poderia fazer era esperar e acompanhá-los. Isto era o principal.
Segunda: estou convencido que o mais importante que já fiz na minha vida esteve a ponto de não ocorrer, devido às coisas que aprendi na universidade, aos conceitos do racional que aplicava na minha vida pessoal assim como faço na profissional. Ao aprender a pensar, quase me esqueci de sentir. Hoje, não tenho dúvida alguma que devia ter subido naquele carro sem vacilar e acompanhar o meu amigo ao hospital.
Terceira: Aprendi que a vida poder mudar em cada instante. Intelectualmente todos nós sabemos disso, mas acreditamos que os infortúnios acontecem com os outros. Assim fazemos nossos planos e imaginamos nosso futuro como algo tão real como se não houvesse espaços para outras ocorrências. Mas ao acordarmos de manhã, esquecemos que perder o emprego, sofrer uma doença, ou cruzar com um motorista embriagado e outras mil coisas, podem alterar este futuro num piscar de olhos. Para alguns é necessário viver uma tragédia para recolocar as coisas em perspectiva.
Desde aquele dia encontrei um equilíbrio entre o trabalho e a minha vida. Aprendi que nenhum emprego, por mais gratificante que seja, compensa perder umas férias, romper um casamento ou passar um dia festivo longe da família. E aprendi, que o mais importante da vida não é ganhar dinheiro, nem ascender socialmente, nem receber honras.
O mais importante da vida é ter tempo para cultivar uma amizade."
(Autor desconhecido)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Tacada no Barão da Batalha

por mascatinha, em 08.10.05
Nos dias após a amniocentese, em que tive que permanecer em repouso, pude actualizar as minhas leituras e obviamente que acabei também por ler blogs locais com teor eleitoralista. O que pensei a propósito destes não interessa, deixo isso ao critério de cada um, as palavras ficam com quem as escreve…

Todavia não pude fechar os olhos a um dos post lá contido:
Tacadas
"Golfe absorve tanta água como 60% da população", será que esta rapaziada se preocupa com isto?

In baraodabatalha.blogspot.com


Imposta esclarecer que a rapaziada são os sócios do GCA, nos quais eu me incluo, o post tinha por origem uma peça sobre o problema da seca em Portugal com chamada à primeira página, publicada no DN a 5 de Setembro.

Claro que a minha resposta tem por base um esclarecimento feito pelo CNIG (não tenho a pretensão de me considerar especialista em todos os assuntos como o senhor Pelicano).

Numa época em que tanto se fala de inovação e criatividade, de eficiência e eficácia, de tecnologia e desenvolvimento, como determinantes para o progresso económico de Portugal, paradigmas que nos farão aproximar dos níveis de vida dos restantes países da CE, a noticia apenas manifesta falta de conhecimento e total parcialidade na análise dos números. Está na moda bater no golfe. É um sindroma com que os portugueses se debatem ao longo da sua existência: quando algo corre bem ou alguém se distingue pela excelência tem que ser destroçado ou vilipendiado.

O golfe no Algarve ocupa menos de 1000 hectares de terreno. Traz ao Algarve mais de 250 mil pessoas todos os anos. Origina receitas - exportações, as tais exportações de que tanto precisamos - de mais de € 350 milhões de Euros. Vivem do golfe e à volta do golfe no Algarve cerca de 50 mil pessoas, que mantêm a região em constante movimento devido à quebra da sazonalidade do turismo.

Claro que há consumos de água para rega que são, contudo, mínimos quando comparados com os gastos numa agricultura altamente esbanjadora, pouco produtiva e muito pouco eficiente. A rega dos campos de golfe é controlada por computador, tem em conta os níveis de evapo-transpiração que medem a necessidade das plantas, é feita no período nocturno com menor consumo de energia, é dotada de tecnologia sofisticada em praticamente todos os campos de Algarve e mesmo do país. E, principalmente, é controlada e gerida por uma equipa de jovens agrónomos e ambientalistas portugueses que têm vindo a desenvolver um trabalho de grande relevo, reconhecido internacionalmente através das certificações ambientais conferidas aos Sistemas de Gestão Ambiental de inúmeros campos de golfe, denotando também neste sector uma adequação total aos desígnios apontados pelos Governos e pelos economistas mais credenciados de Portugal.

Pretender comparar o consumo de água de um campo de golfe, ou dos 31 campos de golfe do Algarve com os da população autóctone é um mero e infantil exercício de raciocínio e pour cause incompleto e desinserido da realidade.

Pretender, além do mais, comparar o consumo humano, diferenciado em “algarvios”, “turistas” e “turistas de golfe”, é de uma desonestidade intelectual que brada aos céus e que remete definitivamente para o período da pedra lascada do homo sapiens. A menos que se pretenda eliminar o turismo em Portugal porque os estrangeiros tomam mais banho que os portugueses, porque têm dinheiro para viajar e portanto são ricos, especialmente os “jogadores de golfe”, não se sabendo porquê.

Pretender ligar o GCA, a um blog onde apenas se destila má politica é lamentável!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dia A

por mascatinha, em 02.10.05
PrenatFig4.jpg
Estou com 17 semanas e segunda-feira é o dia A. O dia de fazer a Amniocentese! Depois da certeza inicial, que com a minha idade a teria mesmo que fazer, vi as semanas passar e eu a perder a vontade.

Depois de conhecer as probabilidades todas, continuei achar que esta era a alternativa mais fiável, para saber mais sobre este bebé que trago dentro de mim!

Mais do que a picada propriamente dita, o risco de aborto é também uma realidade (1 em 250), mas a probabilidade de uma trissomia como é superior (1 em 100), achamos que devemos correr o risco. O que custará é depois aguardar pelo resultado.

Fala-se de experiências positivas e de outras que nem por isso, mas não é isso mesmo que é a vida?

Depois vos digo como foi a minha!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Notícia no Primeira Linha

por mascatinha, em 13.09.05
santinho.jpg

Encontrava-me eu a trabalhar esta manhã, quando a minha filha me entra no gabinete, anunciando aos gritos: “MÃE, SANTINHO MENDES INVESTE EM CAMPO DE GOLFE”. Eu muito admirada, mas crédula digo: “A SÉRIO???!!”. “SIM, MÃE VI NO JORNAL PRIMEIRA LINHA”. VAI LÀ BUSCAR, FILHA, QUERO LER ISSO”.

Quando o jornal chega, leio ainda o subtítulo: “ António Santinho Mendes trocou a paixão dos automóveis pelo golfe. O conhecido piloto e campeão de vários títulos quer agora investir na construção de um campo de aprendizagem de golfe em Abrantes e já sonha com um campeão abrantino dentro de oito anos.”

Percebi que não estava na actualidade, mas a fazer história, consulto a data e verifico que a data era de 31 de Agosto de 2000.

Ás vezes, é pena não se poder voltar a trás no tempo e fazer tudo de novo, para que não se cometam os mesmos erros e se faça cumprir o sonho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O meu bébé

por mascatinha, em 30.08.05
bebe.bmp
A surpresa é esta…a família Mascate vai aumentar, estou grávida de 13 semanas. Foi uma surpresa para nós mas porque concebido com muito amor e paixão será para nós, mais um motivo de felicidade.
Do golfe passarei a falar menos, porque me cansa muito praticá-lo agora, passarei a falar mais da nova vida que trago em mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


OI!

por mascatinha, em 16.08.05
oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/.....ESTOU CHEGANDO!!!
oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/..... COM AREIA AINDA NO BANCO DE TRÁS.
oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/..... OU MELHOR... ESTOU PASSANDO!
oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/..... PARA DIZER QUE VOLTAREI EM BREVE E COM UMA NOTICIA FRESCA!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Marvão, 17 de Julho de 2005

por mascatinha, em 17.07.05
amores.jpg
Magnífica jornada foi este dia de golfe, uma temperatura ideal, brindada por uma aragem fresca, aqui e ali. Começámos cedo e acabámos os 18 buracos, mesmo à hora de ir almoçar.

Temos que aproveitar bem a vida, antes que o nosso primeiro nos proíba estes vícios por muitos considerados “burgueses”. Só estamos a aumentar a nossa saúde, para ver se chegamos cada vez mais longe na idade da reforma.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Nascido a 4 de Julho de 1965

por mascatinha, em 04.07.05
Passam-se os dias, os meses e os anos
Amadurecem as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faz-se o corpo mais envelhecido
Diminuam os anos, cresçam os planos
Vença o ideal de juntos fazermos planos
Feliz aniversário, amor da minha vida

Queremos antes felicidade que aventura
Agora que o cabelo embranquece
E o nosso amor ainda dura.

Fazes quarenta, meu amor
Do teu lado estarei sempre
Nos momentos de felicidade e também nos de dor.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Treinador do Benfica

por mascatinha, em 01.07.05
koeman.jpg
O benfiquista cá de casa está feliz, cheio de fé e confiança que o novo treinador do Benfica, Ronald Koeman, seja o treinador perfeito para equipa. Querem saber porquê?

Nem mais nem menos porque ele também é jogador de golfe. Este, encontra-se a passar os seus últimos dias de férias em Vale do Lobo, onde consegue conjugar duas das suas paixões, a família e o golfe.

Sendo este um desporto de família, Koeman tem ido jogar golfe com os seus dois filhos. Tim e Ronald Júnior que estão a seguir as pisadas do pai, embora ainda estejam longe do handicap do chefe de família, 18. A filha, Debby, por seu turno, também já está a aprender a jogar.

Com o sol algarvio a tranquilizar o holandês sereno, o pai não se cansou de falar com os filhos, explicando a maneira mais correcta de colocar o taco perante a bola, e qual a força que por vezes é essencial exercer. A forma delicada como trata os jovens, leva a perspectivar que mais cedo ou mais tarde, podem surgir mais dois craques de golfe. Mas, por agora, ainda estão longe de fazer frente ao pai, embora o filho mais velho indicie algum jeito para a modalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Emoções positivas associadas ao putting

por mascatinha, em 25.06.05
circuitmotionspos.gif
Vamos promover a experienciação de emoções positivas (como a alegria, o optimismo, o amor, etc.) e da regulação emocional, ou seja, a nossa capacidade de gerir e regular o que sentimos e o que pensamos sempre numa perspectiva positiva, e isso é importante no golfe como na vida, senão acreditam sigam a lógica do circuito das emoções positivas, associados ao putting, criado por um psicólogo do desporto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

renemagritte.jpg
Era uma vez um homem (marciano) e uma mulher (venusiana) que se encontraram, se apaixonaram e se casaram.
No começo, tudo é uma maravilha. Eles discordam, mas não brigam. Acham charmosa a divergência: domingo de sol, ele acorda cedo e espera, pacientemente, que ela saia da cama às onze horas... Se ele fuma, ela não reclama do fumo do cigarro. Chegam até a desistir do futebol, caso ele seja do Benfica e ela do Sporting. Mas nada como um dia após o outro...
Passada a emoção da conquista, quando o quotidiano passa a fazer parte da relação, a maioria das pessoas parece se esquecer de dar à "diferença" o seu real valor: o que antes cativava agora incomoda, e o que era charme virou defeito.
Todas as mulheres são iguais – e os homens, idem. Quando se aborrecem, eles querem silêncio e solidão. Já entre elas, as preocupações resultam na matraca desenfreada, pois falando acalmam-se. O ego masculino é movido à base de conquistas – o feminino é pura emoção. Ele deve escutá-la, e ela compreender o seu silêncio.
O tempero do relacionamento amoroso é a diferença de pensamento e de atitude, que permite a cada parceiro aprender e ensinar muitas coisas. Se ao invés de perder tempo e energia com intermináveis discussões - nas quais um tenta convencer o outro de que a sua visão da vida é mais sensata - os casais percebessem que a divergência os aproxima e os mantém unidos, aconteceriam menos desencontros e frustrações amorosas. Basta um pouco de atenção e honestidade consigo mesmo e com o parceiro para uma comunicação imediata e eficaz.
"A principal causa dos conflitos é que homens e mulheres não conseguem comunicar-se. É preciso que cada um se disponha a aprender o idioma do sexo oposto, traduzir e interpretar o seu pensamento. Os marcianos – no caso, os homens – dão muita importância ao trabalho, à competência, à capacidade e às conquistas. Já para as venusianas – as mulheres – há coisas mais importantes que isso: qualidade dos relacionamentos, família, casa, amor e cooperação comunitária.

Leiam este livro, de John Gray!

Autoria e outros dados (tags, etc)

banho.jpg
Alguns dos nossos golfistas abrantinos encontram-se a jogar ao seu melhor nível!

Devem andar a treinar a sério! Bravo!

É de facto fantástico, com as temperaturas sentidas, jogar e treinar, quando apetece mesmo é ir a banhos.

Perante isto, sou levada a pensar que a minha paixão é muito menor que a deles. Aliás, esta onda de calor fê-la esfriar completamente.

Vamos aguardar por temperatura mais amenas, para swingar e gozar do prazer que é andar no campo, praticando este fantástico desporto. Existem muitos mais prazeres na vida, e há que desfrutá-los.

Quem joga golfe sabe: uma tacada precisa depende da escolha do taco, do swing perfeito, do cálculo da distância, do momento ideal. E com estas temperaturas….nem o cérebro funciona direito!...

Vamos para a praia, aproveitando estes feriados que se avizinham, e viremos de lá muito mais em forma, para trabalhar na próxima semana e jogar no fim-de-semana seguinte.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Vida e o Golfe II

por mascatinha, em 03.06.05
LRP6.jpg
Este desporto é uma metáfora dos valores que considero essenciais na vida, como sejam a responsabilidade, o esforço, a integridade e o respeito por si, pelos outros e também pela natureza.

O golfe baseia-se na integridade individual, no respeito que cada um deverá ter pelos parceiros e pelas regras. Todos os jogadores devem comportar-se disciplinadamente, demonstrando cortesia e desportivismo em qualquer situação. É este o espírito do jogo.

No jogo devemos nos concentrar numa estratégia para encarar o campo e depois pensar bem na próxima tacada. A tacada anterior já não vale, apenas conta como importante, a que está na nossa frente, como qualquer outra decisão das nossas vidas. Não devemos olhar para trás e pensar nos erros que fizemos, temos que tentar fazer sempre mais e melhor…

Autoria e outros dados (tags, etc)


Treinar

por mascatinha, em 31.05.05
Jamor_Driveing.jpg
No Golfe é preciso treinar muito. E, não é fácil encontrar uma rotina de treino. Primeiro, porque não conseguimos definir um esquema de treino, depois porque é difícil encontrar o tempo e disponibilidade para executar esse plano, terceiro porque em Abrantes fica-nos caro, utilizar um espaço para batermos bolas. Quase tanto como o Green fee anual do Campo de Golfe de Marvão.

Quando vamos ao campo, queremos é jogar, treinar sabe a castigo…mas ás vezes temos que o impor a nós mesmos, para que algumas tacadas deixem de ser aquelas piadas visuais.

Para este treino, mesmo em condições ideais, dependemos normalmente apenas de nós próprios, o que exige uma grande dose de autodisciplina para deixarmos o que estamos a fazer, porque "temos um treino de golfe". Aliás, quando dizemos que vamos treinar, a reacção das pessoas é normalmente de estranheza, quando comparada com outro desporto qualquer. Existe um pouco a mentalidade que o golfe não se treina, joga-se.

Comparando este desporto com outros, a percentagem de tempo que dedicamos ao treino é muito pequena, quando comparada com o tempo que demora uma partida de golfe (de 4 a 5 horas). Por isso, na região de Lisboa, muitos praticantes podem ser vistos na sua hora de almoço, ás vezes de gravata, no Driving Range da Federação Portuguesa de Golfe, no Jamor. Deste modo quase diariamente realizam o seu treino em cerca de 30 minutos. Perfeito!

No nosso caso, resta-nos ter um espírito de desportista, ás vezes joga-se bem, outras joga-se mal, porque não fazemos aquilo que é fundamental no Golfe, treinar, treinar e treinar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"The Legend of Bagger Vance"

por mascatinha, em 26.05.05
laleyendadebaggervance.jpg
Rannulph Januh (Mat Damon) é um excelente golfista, tem o amor da mulher mais desejada da cidade, mas perde tudo isso, quando vai para a guerra. Ele é o único sobrevivente de todos os que foram da cidade, e agora a sua vida é jogar, beber e fumar!
A cidade encontra-se em depressão económica, até que o pai de Adele (Charlize Theron) se suicida. Ficando agora nas suas mãos, o tentar manter o que o pai havia construído. Ela não quer vender a sua parte e para sair da falência ela resolve fazer um campeonato de golfe bem ousado e amistoso. Ela convida os dois melhores jogadores da época. Agora, para o campeonato dar certo os moradores de Savannah querem um representante local e o garoto Hardy Greaves (J. Michael Moncrief) sugere o nome de Rannulph Januh. Havia que convencê-lo a aceitar a participação! A história é narrada pelo Jack Lemmon (sendo o Hardy Greaves - velho), em sua última aparição no cinema!
Mas Rannulph Januh precisava reaprender a jogar golfe e cai de pára-quedas na história o Bagger Vance (Will Smith), que vai ajudá-lo a recuperar o jeito de uma forma muito original.
As qualidades do filme estão nas belas imagens, já que o filme é passado grande parte ao ar livre e tem uma excelente fotografia. E nas tacadas, onde a imagem tem a visão da bola, como se a câmera fosse a bola. A produção do filme é bem acabada e muito ao estilo da época, um excelente filme a não perder! Vá buscá-lo ao seu videoclube e passe um delicioso serão …

Autoria e outros dados (tags, etc)


Coincidências...

por mascatinha, em 24.05.05
buraco18r.jpg
Qualquer semelhança entre esta história e a do artigo - Conclave do GCA, é pura coincidência.
Um sujeito estava jogando golfe, quando lá pelo 16º buraco, ele quase acerta com a bola num anãozinho esquisito, com dois chifrinhos na cabeça. Antes do sujeito tentar se desculpar, o homenzinho fala:
- Eu sou um duende e posso te conceder três desejos.
- Não, obrigado, eu já estou satisfeito de não ter lhe acertado com a bola, podia se ter magoado a sério.
O sujeito continuou jogando e o duende pensou: "Esse sujeito é mesmo gente boa. Já que ele não me pediu nada, vou realizar para ele os três desejos que a maioria dos golfistas me pede: muito dinheiro, muita sorte no golfe e uma vida amorosa intensa".
Um ano depois, o sujeito está lá jogando no mesmo buraco, quando novamente quase acerta o duende.
- Você de novo! Tudo bem?
- Tudo bem! - responde o duende. - E você, tem jogado muito golfe?
- Ah, muito, e eu ando com uma sorte inacreditável!
- Graças a mim! E dinheiro, muito dinheiro?
- É impressionante, mas de um ano para cá eu fiquei milionário.
- Graças a mim também! E o sexo?
- Ah, vai bem. Uma ou duas vezes por semana.
- Só uma ou duas vezes por semana? - estranhou o duende.
- Bom, até que não é ruim para um “cardeal mor”.

Autoria e outros dados (tags, etc)


VIDA: Livro das regras!

por mascatinha, em 20.05.05
1. Diga aos outros mais do que eles esperam e faça isso com alegria. 2. Quando disser a alguém "Amo-te", sinta realmente isso. 3. Quando for dizer "desculpe", olhe nos olhos da pessoa. 4. Nunca ria dos sonhos dos outros. 5. Ame profunda e apaixonadamente. É possível que saia ferido, mas é a única maneira de se viver a vida por inteiro. 6. Nos momentos de discórdia, jogue limpo. 7. Quando alguém lhe perguntar algo que não gostaria de responder, sorria e diga: "Por que você quer saber isso?" 8. Lembre-se que um grande amor e grandes realizações envolvem grandes riscos. 9. Lembre-se dos três R: Respeito por si mesmo; Respeito pelos outros; Responsabilidade por tudo o que fizer. 10. Quando perceber que cometeu um erro, haja imediatamente para corrigir o mesmo. 11. Case-se com um homem/mulher com quem você adora conversar. Ao envelhecer, os infindáveis conversas com ele/ela serão tão importantes quanto todo o resto. 12. Abra os seus braços à mudança, mas não abra mão dos seus valores. 13. Lembre-se que o silêncio é, às vezes, a melhor resposta. 14. Nas desavenças com as pessoas que você ama, trate do que está em discussão. Não traga à tona o passado. 15. Leia nas entrelinhas. 16. Partilhe com os outros os seus conhecimentos. É uma maneira de se alcançar a imortalidade. 17. Seja gentil com a terra. 18. Uma vez por ano, vá a algum lugar em que você nunca esteve antes. 19. Julgue o seu sucesso pelas coisas que você teve que abrir mão para chegar a ele. 20. Dedique-se ao acto de amar e cozinhar sem nenhum limite.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Parabéns, Joana Miranda!

por mascatinha, em 19.05.05
01040281.jpg
Querida amiga, que aos anos que não vejo, mas quero felicitá-la neste dia de aniversário e também pelo seu novo livro CONTIGO ESTA NOITE, que se encontra desde dia 10, nas livrarias, bravo! Amiga do tempo da faculdade, faz também anos que estivemos juntas pela última vez. Primeiro as cartas, agora os mails, têm nos mantidos em contacto.
Sempre gostou de escrever a Joaninha...primeiro, nas inúmeras páginas de exame, em que dissertava longamente sobre a Psicologia, enquanto que eu preferia a síntese e resumo. Agora, quinze anos depois, ela já vai no seu quinto livro, enquanto que eu continuo preferindo os pequenos artigos.

A Joana gosta de escrever sobre amor, paixão, desilusão, ciúme, ambição, inveja, mágoa, tristeza, euforia, ressentimento, poder escrever sobre as pessoas no que encerram de mais belo e de mais feio. Porque as pessoas são tudo isso, objectos plenos de mistério, quantas vezes tão belas e tão feias ao mesmo tempo. O que há de melhor e de pior no nosso mundo.

E eu, claro que adorei todos os seus livros, em particular o primeiro –A outra metade da laranja, quanto a este último, irei lê-lo com certeza. Boa sorte para mais esta obra!

Autoria e outros dados (tags, etc)

brincal.jpg
Como devem ter reparado, mudei o nome ao blog...desisti de esperar pelos artigos de todos (golfistas do GCA), que foram convidados a participar nele. Continuarão como autores, aqueles que pelo menos aceitaram o desafio, este espaço continua disponível...o que deixa de existir é a minha expectativa, de eles aparecerem. Mas, como se diz, quando menos se espera...
Fica no entanto a promessa de continuação do mesmo, como reflexão sobre o que é este magnifico desporto, como fonte de saúde, felicidade e força para a VIDA.

Autoria e outros dados (tags, etc)


"Hole in one"

por mascatinha, em 11.05.05
whitewouse.jpg
Hole in one é a jogada na qual o golfista acerta com a bola no buraco em apenas uma tacada. As competições profissionais costumam oferecer prémios especiais para quem consegue realizar essa proeza. Nas competições amadoras, o costume é o jogador que fez o hole-in-one pagar uma rodada de bebidas para os outros jogadores presentes no clube. Muitos jogadores fazem seguros, para que estes assegurem as despesas do bar nesse dia.
Sue Press foi a primeira golfista a conseguir dois holes in one em dois buracos consecutivos. Isso aconteceu em Maio de 1977, em Sydney, na Austrália. Nenhum homem tinha conseguido essa proeza antes.
No mês passado, o suíço Julien Clement e o inglês Tom Whitehouse fizeram dois "hole-in-one" na quarta volta do Open da Madeira. Clement foi o primeiro a cometer a proeza, no buraco 8 do Campo do Santo da Serra, um PAR 3, com 154 metros, enquanto Whitehouse marcou o "às" no buraco 15, outro PAR 3, com 171 metros. Whitehouse foi o que mais proveito tirou do "tiro" directo, marcado depois de fazer dois "birdies", resultados que o levaram provisoriamente para o grupo dos quartos classificados, com nove pancadas abaixo do PAR. O austríaco Markus Brier, que chegou o liderar o Open de Portugal, também havia feito um "hole-in-one" no primeiro dia do torneio madeirense, no buraco 4, um PAR 3, com 185 metros.
Clement e Whitehouse tornam-se assim os 12º e o 13º jogadores a fazerem um "hole-in-one" esta temporada no Circuito Europeu e elevam para 15 o número de "ases" na história do "open" insular.
De facto fazer um hole in one deve ser uma experiência fantástica, foi o que eu deduzi depois de ler o artigo de 20 Junho 2004, no blog TAPORNUMPORCO.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

subscrever feeds