Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Torneio no Vimeiro

por mascatinha, em 17.10.07

redtorneio.jpg


Os golfistas de Abrantes rumaram mais uma vez, num magnífico dia de Outono, até ao campo de Golfe do Vimeiro, onde contaram com a presença de outros colegas da modalidade e com os mais recentes entusiastas deste magnifico desporto.


Dois dos mais recentes praticantes têm descoberto aquilo que eu tive oportunidade de perceber à acerca de três anos atrás, um novo prazer na vida… E parece que obtiveram resultados excelentes. Sinal que têm experimentado, treinado e melhorado em cada novo dia de prática.


No golfe como na vida, lutamos para não cometer erros. Mas, estar vivo é cometer erros, pois os erros fazem parte de um processo natural, onde acumulamos experiências, recuperamos energia e seguimos em frente. Também intervém o factor sorte, más tacadas produzem excelentes resultados, boas, vão direito a obstáculos.


Por isso o pensamento positivo, terá que se tornar uma constante. E ao mudar a sua atitude perante a vida, o ser humano / golfista será capaz de redefinir as suas capacidades e desbloquear os extraordinários poderes do seu corpo e da sua mente.


O Golfe como todas as aprendizagens essenciais à vida (como andar e falar) não se aprende na escola, é pena!

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Amaral a 18.10.2007 às 15:18

Mascatinha, que bom é ver-te na minha casinha!
Gostaria que fossem visitas menos espaçadas, mas não posso ser eu a decidir isso, pois não?
Portanto, agradeço a tua presença, seja ela anual ou diária.
Mas eu estou aqui unicamente para comentar e não para fazer "propaganda" dos meu artigos! :)
Porque quero dizer-te que isto que aqui escreves mostra bem que podias oferecer-nos muito mais dos teus ideiais, misturados inclusivé com o gosto pelo teu desporto favorito.
"No golfe como na vida, lutamos para não cometer erros."
Dizes muito bem, acho eu, quando o pensamento positivo pode e deve ser "uma constante"!
Quer seja o golfista ou o futebolista ou tenista - qualquer um deles sabe que "aprende" muito mais com o "erro" do que com o que faz "correcto"!
O "erro" é apenas um passo para o resultado que se tem em vista. Se não fosse o "erro", e as consequências que dele advém, raras vezes acertaríamos no buraco!
Abençoado o "erro" que nos permitiu conhecer com exactidão a maneira ideal para chegar ao resultado pretendido.
Afinal, o que parece difícil manifesta-se com facilidade, ao fim de algum tempo.
Como se recordássemos qualquer coisa que, entretanto, esquecemos!...
E viva o golfe, Mascatinha!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D